Orientações para Emagrecer

                        Imagine que Você fará uma viagem nas próximas férias. Será necessária uma programação minuciosa de todas as etapas deste objetivo para que tudo seja motivo de satisfação e de sucesso.

                       Assim, emagrecer será a grande viagem da sua vida. Deverá ser uma mudança definitiva de comportamento para que haja êxito. É uma questão de sobrevivência ou de evolução para uma qualidade de vida melhor.

                        O conceito básico para entendermos a razão desta viagem, é que, se o seu peso está acima do esperado, a sua ingestão de calorias através da sua dieta está maior do que o seu gasto calórico diário. Tudo o que não é consumido, é armazenado no seu organismo resultando no ganho de peso.

                         Outro conceito de difícil avaliação é a identificação do que é fome e o que é gula.

                         Faça um teste: Quando for a um restaurante self-service imagine comer apenas o necessário para obter as calorias daquele dia.

                         Será que Você precisa comer mais de 500 gramas por refeição?  Como está tudo incluído nas despesas, será que Você consegue “desperdiçar” e não comer os doces da sobremesa”? Você consegue evitar refrigerantes e bebidas alcoólicas durante a refeição?

Programação é justamente pensar antecipadamente como evitar todos estes “excessos”, como driblá-los, para não piorar o que já passou dos limites.

Imagine que Se Você já está no cheque especial da sua conta bancária e precisa abastecer o seu carro para uma viagem de 200 km, Você pode abastecer com 20 litros de combustível suficientes para este percurso ou encher o tanque com 50 litros no total e gastar mais que o dobro do necessário, pagando os juros do seu cheque especial. Por se tratar de uma situação emergencial, não seria mais econômico colocar apenas o necessário de combustível e não gastar além da conta?

Se Você já tem um resultado de “30 ou mais” no cálculo do seu Índice de Massa Corpórea, Você já é considerado Obeso e assim já está usando o “cheque especial da sua saúde” e um dia Você terá que pagar esta conta.

Eis aqui algumas orientações básicas para seguir:

  1. Evite o açúcar. Substitua por adoçante artificial.
  2. Evite Carne Vermelha. Coma peixes e carne de frango.
  3. Evite frituras. Prefira alimentos grelhados, assados ou cozidos.
  4. Evite refrigerantes e bebidas alcoólicas. Beba 2 litros de água por dia.
  5. Evite queijos amarelos. Prefira queijo branco tipo Minas, ricota ou cotagge.
  6. Evite manteiga. Prefira Margarina.
  7. Evite o excesso de sal. Evite o uso de shoyu.
  8. Prefira o Azeite de Oliva.
  9. Evite o pão francês. Prefira o pão integral e as bolachas de água e gergelim.
  10. Evite doces. Prefira as frutas.
  11. Acrescente mais folhas (Alface, Rúcula) e legumes na sua alimentação.
  12. Não passe fome. Evite o jejum prolongado.
  13. Durma pelo menos de 6 a 8 horas por noite.
  14. Pratique atividade física, meia hora por dia e três vezes por semana.
  15. Evite usar medicamentos para emagrecer.

             Se já estiver convencido do que é necessário ser feito, mude sua vida, procure ajuda do Médico de sua confiança. Converse com uma Nutricionista. Reduza seu peso.

Triglicérides

Dr. Celso Báez do Carmo.

CREMESP 57.071

Triglicérides

 

- São tipos de gorduras que no nosso organismo desempenham importante papel nutricional, atuando como fonte de calorias e transportando através do sangue as vitaminas lipossolúveis (A,D,E,K).  O excesso (>150 mg/dl) é prejudicial à saúde como fator de risco para doenças cardiovasculares.  Assim fique atento a estas recomendações:

Para reduzir os níveis sanguíneos dos Triglicérides tenha atenção redobrada com a sua alimentação:

  • Alimentos proibidos:
    • Açúcar, mel, doces, sorvetes, gelatinas;
    • Pudim, compotas, frutas secas e cristalizadas;
    • Roscas, tortas, balas, biscoitos, chocolates;
    • Massas como: lasanha, caneloni, ravióli;
    • Pizzas;
    • Farinhas (mandioca, milho, trigo, aveia);
    • Refrigerantes;
    • Bebidas alcoólicas.
  • Alimentos permitidos com moderação:
    • Bolachas de água e sal, de água e torradas;
    • Batata, mandioca, beterraba, arroz, macarrão;
    • Feijão, ervilha, soja, lentilha, vagem, milho verde.
  • Alimentos liberados:
    • Leite desnatado, café, chá, suco de frutas;
    • Queijos;
    • Carnes magras;
    • Óleo vegetal em pouca quantidade;
    • Frutas;
    • Verduras e legumes.
  • Recomendações:
    • Utilizar adoçante no lugar do açúcar;
    • Praticar exercícios físicos regularmente.

Veja mais em: